Tratamento de Canal no Dente

O que é o canal do dente?

InícioTratamentos DentáriosTratamento de Canal no Dente

O tratamento de canal é um dos procedimentos mais comuns realizados em odontologia. É indicado para pacientes com estágios avançados de cáries ou que sofreram traumas nos dentes.

Canal é um termo utilizado para descrever a cavidade no interior do centro do dente, onde está contida a polpa dentária – o feixe nervoso.

Esse feixe nervoso estende-se da câmara pulpar até a ponta da raiz do dente.  Uma vez formado o dente, a única função da polpa dentária é sensorial – fornecer a sensação de quente ou frio. A presença ou ausência da polpa dentária não afetará o funcionamento do dente.

O que é tratamento de canal

O tratamento de canal é o feito para que haja remoção do tecido pulpar do dente e tem como finalidade acabar com a dor ou impedir que a ela se instale nos casos de dentes com cáries extensas. 

Este procedimento de canal também pode ser realizado previamente a um tratamento de odontologia estética, antes da colocação de uma prótese dentária

Dor de dente

A dor de dente, dor na mandíbula e na maxila são queixas comuns. A dor pode se manifestar por meio de pressão no dente ou através de estímulos quentes ou frios. 

Se a dor persistir por mais de 15 segundos após a remoção do estímulo, certamente a polpa dentária — porção nervosa do dente — está sob um processo inflamatório. À medida que a dor aumenta, ela pode irradiar para o rosto, o ouvido ou todo o maxilar.

Por isso é importante comparecer à visita periódicas com o dentista e verificar a necessidade de um tratamento de canal para aliviar a dor do paciente. 

Como funciona o tratamento?

Veja como funciona passo a passo o procedimento de tratamento de canal:

  • acesso — é a primeira parte do processo em que o profissional realiza a abertura do canal para ter acesso à polpa infectada;
  • remoção — parte em que é retirada a parte que ocasiona dor no paciente: o tecido pulpar. Desta forma a camada interna sensorial do dente é esvaziada;
  • realização da obturação — é feito o selamento da cavidade que foi esvaziada.

Conheça a estrutura do seus dentes!

Todo dente é oco e composto por várias camadas. A camada mais externa é chamada de esmalte, que é a substância mais dura e mineralizada de todo corpo. Abaixo da camada de esmalte está a dentina. 

Esta camada é quase tão dura quanto o osso e, ao contrário do esmalte, contém terminações nervosas. Sob a dentina está a polpa dentária, que é um tecido vascular, composto de:

  • vasos sanguíneos com arteríolas e vênulas;
  • tecido conjuntivo;
  • fibras nervosas e células — incluindo odontoblastos, fibroblastos, macrófagos e linfócitos. 

A polpa é necessária para alimentar o dente durante o seu processo de formação e desenvolvimento durante a infância e juventude. 

Uma vez que o dente está completamente formado, a função da polpa é transmitir a sensibilidade frente à mudança de  temperatura e responder com estímulos de dor quando o dente está diante de algum trauma ou processo infeccioso.

É essa parte que irá ocasionar dor no paciente e indicará a necessidade de um tratamento do canal.

Anatomia do dente

Conheça um pouco mais sobre a formação dos dentes:

  • coroa — parte do dente acima da linha das gengivas. É formada de esmalte e dentina. Sua superfície é dura e impermeável;
  • raiz — está abaixo da linha da gengiva, ancorando o dente no osso. É formada por uma camada de cemento e dentina, altamente permeáveis e que recobrem as raízes;
  • câmara pulpar — o interior do dente, contendo a polpa dentária;
  • canal radicular — caminho localizado dentro da raiz, que une a câmara pulpar aos nervos e vasos sanguíneos do osso que dão suprimento a polpa dentária;
  • polpa dentária — a polpa está contida dentro da câmara pulpar e do canal radicular. Esse tecido mole é composto principalmente de vasos sanguíneos e nervos.

Gostou de conhecer mais sobre o tratamento de canal? Confira mais especialidades da Benatti Odontologia!

Perguntas mais lidas sobre Tratamento de Canal