A redução de bolsas periodontais e eliminação de bactérias são importantes para prevenir os danos causados pela progressão da periodontite e ajudar a manter a saúde e um sorriso saudável.

tratamento de periodontite 1 tratamento de periodontite 2 tratamento de periodontite 3

Mudança comportamental e orientação à Higiene Bucal na periodontite:

Treinamento com técnicas de escovação com escovas convencionais e específicas, e uso do fio dental. Aconselhamento sobre controle de fatores de risco (fumo, nutrição, estresse, etc.).

Raspagem periodontal:

Raspagem e alisamento radicular (limpeza profunda do cálculo e das bactérias presentes na margem da gengiva e nas superfícies radiculares dos dentes).

Segundo a Academia Americana de Periodontia (AAP), o tratamento para a periodontite deve se concentrar em remover a placa bacteriana e os tecidos contaminados, reestabelecendo a saúde dos tecidos da forma menos invasiva. A abordagem inicial no tratamento da periodontite é através de procedimentos não cirúrgicos. Em uma primeira etapa, pode ser utilizado um equipamento ultrassônico para a remoção do cálculo superficial.

Em seguida no tratamento da periodontite, é feita a raspagem e alisamento radicular com instrumentos manuais específicos, que tem como objetivo a remoção do tecido contaminado do dente e de aplainamento destas superfícies, tornando-as mais lisas e livres de aspereza. Finalmente, é feito um polimento com pontas de borracha, produzindo uma superfície lisa e diminuindo a adesão da placa bacteriana. As raspagens durante o tratamento da periodontite são realizadas em uma série de consultas.

Após um período de quarenta e cinco dias, quando ocorre o processo de reparação, é feita uma reavaliação da gengiva e dos tecidos de suporte. Nessa consulta, são reavaliados alguns parâmetros clínicos da gengiva, como a profundidade das bolsas e se houve uma nova adesão da gengiva ao dente. Se a infecção ou as bolsas periodontais persistirem, o tratamento cirúrgico pode ser recomendado.

Procedimentos cirúrgicos:

Técnicas cirúrgicas para tratar a periodontite incluem a cirurgia a retalho (redução de bolsa periodontal), enxertos ósseos e regeneração tecidual guiada. As técnicas cirúrgicasno tratamento da periodontite permitem o acesso à raspagem e descontaminação da superfície radicular, à remoção do tecido doente, ao reposicionamento e à formação de tecido reparativo da gengiva e tecidos de suporte dos dentes. Esse procedimento consiste em uma incisão na qual a gengiva é levantada, possibilitando o acesso à raiz do dente e ao nível ósseo. As superfícies radiculares doentes são curetadas e limpas, removendo os depósitos de placa e cálculo.

Em alguns casos de periodontite, pode ser feito um nivelamento da superfície da raiz e da margem óssea, a fim de permitir menor acúmulo de bactérias futuras e, conseqüentemente, uma melhor adesão e reparação da gengiva. Finalmente, a gengiva é novamente posicionada com suturas.

A destruição dos tecidos é conseqüência do próprio processo inflamatório tecidual. Uma vez removido o fator que causa esse processo inflamatório da peridodontite, é dada uma oportunidade para o tecido se restabelecer. Esse processo pode ser seguido de uma regeneração ou reparação tecidual. A regeneração é a reprodução ou a reconstituição de uma parte perdida ou ferida do tecido, e geralmente ocorre se o dano tecidual é menor, não deixando seqüelas. Reparação de tecidos é caracterizada pela cicatrização de feridas que não restauram completamente a arquitetura ou a função do tecido inicial saudável, e ocorre quando há extensa destruição.

Procedimentos restauradores:

Aumento de coroa é um exemplo de um procedimento restaurador que pode ser realizado por razões estéticas ou para melhorar a adaptação de coroas e próteses dentárias, impedindo a formação de bolsas periodontais. Pequenas incisões são feitas na gengiva ao redor dos dentes e o excesso de gengiva é removido. Em alguns casos, o osso alveolar (que recobre as raízes dos dentes) também deve ser remodelado para que ocorram melhores resultados funcionais e biológicos. Em casos de perda de um ou mais dentes, a alternativa de tratamento são os implantes dentários.

Os sinais e sintomas da doença periodontal podem ser tratados, restabelecendo a saúde ao periodonto. Porém, diferentemente da gengivite, na qual basta a remoção da placa bacteriana para tornar a doença reversível e sem sequelas, na periodontite a destruição dos tecidos de suporte do dente provocam sequelas e cicatrizes.
Todo paciente periodontal deve entender que uma vez diagnosticada e tratada a periodontite, não impede a sua recidiva, isso é, o reaparecimento da periodontite. Nesses casos, uma terapia de suporte e acompanhamento torna-se necessários. Com um tratamento adequado e com controle de placa e biofilme, grande parte das pessoas que apresentem a periodontite podem manter os dentes por toda vida. Consultas regulares e visitas de manutenção previnem e minimizam a recorrência da doença periodontal.