O que é retração gengival?

Retração gengival ou recessão gengival é o processo em que a margem gengival do tecido que circunda o dente se retrai em direção à extremidade da raiz, expondo a raiz do dente. Muitos pacientes se enganam ao achar que o dente está maior. O que ocorre é a migração da gengiva, e não do dente. A retração gengival muitas vezes pode provocar a sensibilidade dos dentes.

retracao egngival 1 retracao egngival 2 retracao egngival 3

A retração gengival pode provocar sensibilidade dos dentes?

Os dentes tornam-se sensíveis à temperatura, o que provoca um pequeno choque quando são ingeridos alimentos e bebidas quentes ou frios. Isso ocorre quando a camada de dentina torna-se exposta, devido à retração gengival.  As raízes, diferentemente da coroa dos dentes, que não são recobertas por uma camada de esmalte, contêm milhares de pequenos túbulos que levam ao centro do dente, onde está localizada a polpa dentária, que é o nervo do dente. Esses túbulos dentinários transmitem os estímulos – por exemplo, a comida quente, fria ou doce ou até mesmo um leve suspiro, sensibilizando o nervo do dente e resultando em sua sensibilidade.

Além disso, a retração pode ser um dos primeiros sinais da doença gengival, pois quando ocorre essa retração, bolsas gengivais podem se formar entre os dentes e gengiva, tornando mais fácil o acúmulo de bactérias causadoras de doenças. Se não tratadas, as estruturas de suporte dos dentes podem ser severamente danificadas, resultando na perda do dente.

O que causa a retração gengival?

Há uma série de fatores que podem causar a retração gengival, como:

- Escovação dos dentes: escovar os dentes com muita força ou de forma errada pode agredir a gengiva, causando a sua retração;

- Doenças periodontais: a doença periodontal é uma doença inflamatória e degenerativa da gengiva que leva à destruição dos tecidos gengivais e do osso de suporte que mantém os dentes no lugar. A gengivite é o estado inicial da periodontite e também a principal causa da retração gengival. Restaurações mal adaptadas próximas à margem gengival podem provocar uma inflamação local, devido à retenção de restos de alimentos, o que também provoca a retração;

- Mordida torta e dentes mal posicionados: para que haja saúde da gengiva e dos tecidos de suporte dos dentes, é muito importante que haja uma correta distribuição da forca mastigatória. Uma mastigação desequilibrada, dentes mal posicionados e um forte apertamento dos dentes podem provocar a retração gengival.

Há como prevenir a retração gengival?

A principal prevenção para a retração gengival é a mudança dos hábitos que a provocam: escolher uma escova de dentes com cerdas macias ou extra macias e evitar escovas com acessórios supérfluos (como cerdas de borrachas e itens do gênero) que acentuam a retração gengival; evitar movimentos rápidos e bruscos, ao escovar os dentes, principalmente nas regiões próximas à margem gengival; e, nos casos de doenças como a gengivite e a periodontite, realizar as consultas de profilaxia e raspagem para evitar maiores retrações.

Como tratar a retração gengival e a sensibilidade dos dentes?

A retração gengival pode ser tratada através da remoção de hábitos nocivos, recobrimento da área exposta com resina composta ou realização de um enxerto de gengiva. A sensibilidade dos dentes pode ser tratada com técnicas de enxerto gengival, recobrimento da área exposta com resina composta, uso de cremes dentais que contenham flúor e dessensibilizantes, aplicações de flúor e dessensibilizantes, sistemas adesivos e laser no consultório.

O que posso fazer para reduzir a sensibilidade dos dentes?

Manter uma boa higiene oral. Siga técnicas apropriadas de escovação e uso do fio dental para limpar completamente todas as partes de seus dentes e boca:

- Use uma escova de dentes com cerdas macias. Isso resultará em menos abrasão da superfície de esmalte do dente e menos agressão e irritação da gengiva. Escove suavemente e com cuidado, principalmente próximo à margem que une o dente à gengiva.

- Use creme dental dessensibilizante. Outra dica é espalhar uma fina camada da pasta de dentes nas raízes dos dentes expostos, com o dedo ou com um cotonete, antes de dormir.

- Cuidado com a dieta. A ingestão frequente de alimentos ácidos pode dissolver gradualmente o esmalte do dente e levar à exposição da dentina. Tais alimentos podem também agravar a sensibilidade dos dentes.

- Enxaguantes bucais fluoretados. O uso diário de um bochecho com flúor ajuda da diminuição da sensibilidade dos dentes. Pergunte ao dentista sobre os produtos disponíveis em farmácias ou também comercializados em farmácias de manipulação.