O processo inflamatório crônico e avançado da gengiva provoca a degradação do colágeno do ligamento periodontal e reabsorção óssea, resultando na periodontite. A gengiva torna-se flácida, não se adere mais ao dente e forma bolsas contaminadas, isso é, espaços entre o dente e a gengiva. No decorrer da doença, as bolsas se aprofundam e mais tecido de suporte se perde, levando a formação de mais depósitos de placa bacteriana, tornado um ciclo de formação bacteriana e destruição tecidual.

raspagens dos dentes 3 raspagens dos dentes 2 raspagens dos dentes 1

Eventualmente, os dentes desenvolvem uma mobilidade que pode levar à sua perda. A periodontite é uma inflamação associada a grupos relativamente específicos de bactérias orais. Susceptibilidade a esta doença é altamente variável, dependendo da resposta do hospedeiro aos patógenos periodontais. Embora seja a placa bacteriana o fator etiológico da periodontite, a progressão e características clínicas da doença são influenciadas por fatores modificadores (fumo, diabetes, alterações sistêmicas, etc.) e genéticos, que podem alterar a susceptibilidade e o grau de infecção.