Porque os dentes amarelam?

A cor dos dentes constitui o fator isolado mais importante no equilíbrio estético do sorriso, sendo que qualquer desarmonia de cor é mais facilmente notada que quaisquer outras anomalias estéticas. O dente é constituído por esmalte, dentina, polpa e cemento, sendo que qualquer alteração nessas estruturas pode refletir em mudança de cor. Vários fatores podem causar o manchamento e amarelamento dos dentes. O hábito de fumar provoca manchas marrons e azincentamento do esmalte dental, e bebidas como chá e café têm o mesmo efeito ao longo do tempo. Os dentes também podem ter naturalmente uma tonalidade mais escura do que o desejado devido à hereditariedade.

Porque os dentes mancham?

O manchamento dos dentes pode ser dividido em dois tipos: as manchas intrínsecas e as manchas extrínsecas. O consumo de alimentos e bebidas que contenham corantes, chá e café podem provocar a mudança de cor dos dentes e estão relacionados às manchas extrínsecas.  Pacientes fumantes devem estar cientes do fato de que o tabaco não só é prejudicial à saúde, mas causa a descoloração e manchamento dos dentes. A deficiência na higiene bucal, que resulta em um acúmulo de placa bacteriana e resíduos de alimentos, também provoca manchas extrínsecas. As manchas intrínsecas podem ter causas congênitas como a má formação da camada de dentina e ou esmalte, ou adquiridas através de antibióticos como a tetraciclina, que promovem manchas em forma de listras horizontais. As alterações intrínsecas são mais difíceis de serem tratadas, pois são incorporadas diretamente à estrutura do dente e, geralmente, só podem ser removidas através do clareamento dentário ou procedimentos mais radicais que implicam no desgaste e/ou restauração do dente.

Uma batida no dente pode causar manchamento?

A hemorragia pulpar é a causa mais frequente de alteração de cor após trauma, gerando no dente uma coloração marrom acinzentada, o que também poderá ocorrer após tratamento de canal, seja devido ao material obturador radicular empregado ou devido à presença de restos necróticos da polpa na coroa do dente.

Quais dentes clareiam mais?

As causas de manchas devem ser cuidadosamente avaliadas para uma melhor previsão do sucesso do clareamento dentário, uma vez que algumas manchas são mais sensíveis ao processo. A coloração amarelada, por exemplo, responde de forma mais rápida ao clareamento dentário na maioria dos casos. Já a alteração da cor devido à idade é resultado do desgaste da camada superior do esmalte, expondo a cor amarela da dentina. Dentes escurecidos pela idade, genética, fumo ou café também têm uma boa resposta. Manchas com tons azuis e acinzentadas, causadas pelo uso excessivo de antibióticos ou por tratamento de canal, respondem de forma mais lenta ao tratamento. Restaurações metálicas ou de amalgama também podem ser a causa de descoloração e manchamento, dependendo da translucidez e espessura do dente, tornando-o mais acinzentado.