A importância da cooperação do paciente

O aparelho ortodôntico exige cooperação do paciente durante todo o tratamento. O sucesso de muitos casos depende diretamente dos cuidados com o aparelho ortodôntico pelo paciente. Os pais devem perceber a importância do grau de comprometimento requerido durante o uso do aparelho ortodôntico. O acumulo de placa, restos alimentares e carie; quebra constante do aparelho, falta de uso dos acessórios como planejados e falta nas consultas, certamente terá consequência nos resultados desejados, alem de delongar o tratamento.

aparelho ortodontico - cuidados

Sempre que possível, os pais devem verificar os dentes dos filhos após a escovação e uso do fio dental. Também, sempre que possível conferir se estão usando corretamente todos os acessórios recomendados pelo especialista. Por isso a importância dos pais compreenderem o plano de tratamento ortodôntico proposta pelo especialista para seus filhos, de forma que eles também possam acompanhar as fases do tratamento, reforçando o comprometimento dos filhos.

Recomendações ao paciente:

1 Manter uma boa higienização dos dentes.
2 Manter uma boa higienização do aparelho.
3 Evitar ao Maximo a quebra do aparelho.
4 Usar os acessórios, recursos e auxiliares como planejado.
5. Manter as consultas em dia.

Comendo com o aparelho ortodôntico

O cuidado com a alimentação é um dos mais importantes no período de uso de um aparelho. É importante evitar alimentos duros como pipocas, azeitonas, castanhas, cenoura crua, milho na espiga, torresmos, pois eles podem danificar o aparelho, amassando o fio ou descolando (quebrando) os braquetes. Também é recomendado não mastigar gelo ou balas duras.

Os vegetais devem ser cozidos, frutas duras (maçã, pêra, manga, etc.) e carnes devem ser cortadas em pequenos pedaços e não se deve rasgar alimentos com os dentes. Nos primeiros dias seguidos da colocação do aparelho e de uma consulta de acompanhamento, os alimentos macios são os mais apropriados.

Alimentos pegajosos, como caramelos, chicletes e balas, e doces em geral também devem ser evitados. Quando ingeridos, os dentes e todo o aparelho ortodôntico devem ser escovados imediatamente após.

Evitar colocar objetos na boca, tais como lápis ou caneta, pois eles podem descolar (quebrar) os braquetes ou amassar os arcos. O zelo pelo aparelho é muito importante, pois ao quebrá-lo ou danificá-lo, o paciente pode prolongar a duração do tratamento.

Escovando os dentes durante o tratamento ortodôntico

Durante o período do tratamento com o aparelho ortodôntico, a boca está repleta de acessórios como braquetes, fios e bandas. Dessa forma, manter uma boa higiene bucal torna-se mais importante e, consequentemente, mais difícil. No entanto, se a saúde dos dentes e da gengiva é ignorada durante o tratamento, ele se torna mais demorado e pode até ser comprometido, pois o acúmulo de placa de resíduos alimentares dificulta o processo de movimentação dos dentes.

É comum o paciente achar que o aparelho ortodôntico provoca cáries. Isso não é verdade. Uma higiene bucal inadequada resulta na descalcificação (manchas brancas e opacas) do dente e na gengivite (inflamação da gengiva) que pode até se desenvolver e levar a perda óssea.

Uma higienização eficaz exige tempo! Por isso é importante certificar-se de que todas as partes dos dentes, do aparelho e os espaços entre eles estejam limpos. Além disso, durante o tratamento ortodôntico, é necessário agendar consultas periódicas (semestrais) para uma profilaxia, a fim de manter os dentes e gengivas saudáveis.

Passo a passo da escovação dos dentes e do aparelho ortodôntico:

- A escovação ideal deve ocorrer em até cinco minutos após qualquer refeição, mesmo pequenos lanches.
- Fazer um bochecho antes de escovar, facilitando o deslocamento de restos alimentares presos ao aparelho ortodôntico.
- Começar pelo lado de fora dos dentes, com a escova paralela aos braquetes. Com movimentos circulares, escovar de dois em dois dentes. Não fazer pressão nem forçar demasiadamente a escova, um movimento leve é o suficiente.
- Inclinar a escova em 45° e escovar entre o fio e os dentes.
- Manter a escova de dente inclinada para escovar próxima à gengiva. Repetir o mesmo movimento nas superfícies interna, externa e na superfície de mastigação de todos os dentes.
- Utilizar uma escova do tipo interdental (semelhante a um pinheiro) para limpar entre os braquetes e o fio. Utilizar também um passa fio para o uso do fio dental e a limpeza entre um dente e outro.
- Ao final, fazer um bochecho de 30 segundos para remover os resíduos restantes.

Desconforto causado pelo aparelho ortodôntico

O paciente pode sentir os dentes sensíveis ao toque e desconforto na boca durante a primeira semana de uso do aparelho, seja ele fixo (colado aos dentes) ou ortopédico (colado no céu da boca). Isso é perfeitamente normal e temporário. Para aliviar a dor, recomendamos diluir uma colher de chá de sal em um copo com água morna e fazer bochechos por alguns minutos (não engolir a água salgada). Se a dor permanecer após o bochecho, um analgésico é recomendado (no caso de crianças, sob consentimento dos pais).

Durante as primeiras semanas, também é comum os lábios, bochechas e a língua ficarem irritados e feridos. Um pouco de cera ou silicone podem ser colocados sobre os braquetes para diminuir a irritação

Mobilidade dos dentes

A mobilidade de alguns dentes é comum durante o tratamento e não deve ser causa de preocupação. Os dentes devem primeiro apresentar mobilidade para depois se movimentarem. Eles voltarão a ficar rígidos assim que o aparelho ortodôntico for removido.

Fios e braquetes machucando

É importante que o paciente verifique por alguns minutos, todos os dias em frente a um espelho, o estado do seu aparelho ortodôntico. Se houver alguma peça quebrada ou algum fio solto, ele deve nos comunicar assim que possível, para receber orientações adequadas de como resolver o problema. Se alguma peça soltar e sair da boca, ela deve ser guardada em um envelope e trazida ao consultório. Se alguma ponta do fio ortodôntico estiver machucando a boca, tente empurrá-la para próximo do dente com a ponta de borracha de um lápis. Se o fio continuar irritando, cubra-o com um pouco de cera ou com uma bolinha de algodão molhado, e entre em contato assim que possível.

Esportes e aparelho ortodôntico

O paciente que pratica esportes pode iniciar o tratamento ortodôntico e usar aparelho como qualquer outra pessoa. No caso, é recomendado um protetor bucal, para proteger os dentes, lábios, bochechas e o aparelho ortodôntico, evitando traumas. Durante as consultas, indicaremos o protetor mais adequado. Em caso de algum acidente envolvendo a face, verifique imediatamente os dentes, os lábios, as bochechas, as gengivas, a língua e o aparelho ortodôntico. Caso haja algum dente com mobilidade excessiva (diferente daquela que é normal durante o tratamento) ou algum estrago no seu aparelho (braquete quebrado ou fio espetando), marcar uma consulta imediatamente.

Uso dos acessórios conforme o plano de tratamento

Em algumas etapas do tratamento, pode ser necessário o uso de diversos tipos de acessórios ou dispositivos, como o aparelho extrabucal, elásticos, aparelhos removíveis, placas oclusais, etc. Os acessórios e dispositivos têm diversas indicações e funções. Por se tratarem de acessórios que dependem inteiramente do paciente, é muito importante a cooperação e o uso devido, assim como recomendado. A falta de cooperação do paciente também resultará no prolongamento da duração do tratamento.